Pitbull : O que você realmente precisa saber.

Compartilhe:

Extra!! Pitbull ataca cidadão indefeso que andava tranquilamente  pela cidade.

 Você já acordou ouvindo ou até mesmo lendo uma notícia como esta em algum dia da sua vida?

Com certeza creio que sim… Mas o que pensamos logo em seguida a uma noticia destas?… …Que deveria ser proibida a criação de um animal como este, e até chegamos a pensar em pior hipótese no sacrifício dos animais desta raça. Estou errado?

Mas hoje lhe convido a repensar sobre a concepção que você tem a respeito desta raça, resolvi escrever este artigo para lhe informar sobre o que realmente você precisa saber sobre pitbulls.

Mas antes que você pense que sou um defensor de animais ou um fã louco por pitbulls, quero lhe dizer que não escrevo para defender a raça, e sim para lhe informar sobre o que realmente representa a presença de um pitbull na sociedade. Vamos lá?

O American bull terrier ou melhor dizendo Pitbull é um cachorro que não possui uma boa fama, especialmente  aqui no Brasil.

Já vimos diversos casos de violência envolvendo cachorros da raça pitbull, países como Inglaterra, Noruega e Dinamarca simplesmente proibiram a raça em seus territórios.

Muitos outros países também adotaram diversas medidas de segurança, algumas destas medidas até bem viáveis inclusive.

Mas o fato principal que impulsiona todas estas medidas tomadas, é a grande fama de “raça violenta” que os pitbulls trazem consigo.

Mas como diz o velho ditado:

nem tudo que reluz é ouro, e existem exceções que fogem a regra…

Então… A partir deste ditado podemos dizer que nem todo pitbull é “matador”…

Mas o que faz esta fama de “matador” no pitbull?

Você saberá isto e muito mais, mas antes precisamos entender um pouco mais afundo sobre esta raça. Vamos lá?

Veja quais são os tópicos que trataremos daqui em diante:

 

A origem do pitbull.

Características gerais do pitbull.

Porque a fama de matador do pitbull.

Adestramento do pitbull.

Socializando com o pitbull

 

 

A origem do pitbull.

iscagem pitbull

No inicio do século XVIII existiam na Inglaterra as famosas bull baitings, que eram disputas entre cães da raça buldogue e touros.

No vilarejo de tutbury, o touro era amarrado em uma estaca, permitindo sua movimentação em um raio de 30 metros, colocavam pimenta nas narinas do touro antes do evento para enfurece-lo.

Este jogo tinha como objetivo que os cães imobilizassem o touro, mordendo e o touro pelas narinas, os cães que eram usados neste jogo eram conhecidos como bulldogs.

Nesta época, algumas cidades só liberavam o comércio e consumo da carne de touros que houvessem passados por bull baitings, acreditavam que isto deixava a carne do animal mais macia.

Em 1850 as bull baitings foram proibidas e se tornaram mais populares as lutas entre cães, passaram a usar também a raça bull and terrier, menores e mais ágeis.

Em meados do século XIX, criadores de cães na Inglaterra, Irlanda e Escócia iniciaram experimentos com cruzamentos entre Buldogues e Terriers à procura de um cão que combinasse a esportividade do Terrier com a resistência e atleticidade do Buldogue.

O resultado disso foi um cão que reunia em si todas estas virtudes: resistência, coragem indomável e gentileza com os que amam.

Os emigrantes levaram estas cruzas de Bulls e Terriers para os Estados Unidos.

Logo os fazendeiros e rancheiros que passaram a usar os American Pitbull Terriers para proteção ou como cães que recuperavam o gado semi-selvagem e os porcos, ajudante nas caçadas, pastores e como cães de companhia de suas famílias.

Atualmente o American Pitbull Terrier continua demonstrando sua versatilidade, participando com sucesso em campeonatos de Obediência, Faro, Agilidade, Proteção e Tração, além da conformação.

 

Características gerais do pitbull.

 

pitbull-baby-cachorro-bebe

As características essenciais da raca são a força, a autoconfiança e a alegria de viver.

A raça gosta de agradar e é muito entusiasmada. É um excelente cão de companhia e é notável o seu amor por crianças.

Pelo fato de a maioria dos Pitbulls apresentarem certo nível de agressividade contra outros cães, e por seu porte físico ser poderoso, a raça necessita de proprietários que os sociabilizem cuidadosamente e que treinem obediência aos seus cães.

A agilidade da raça torna-o um dos mais capazes escaladores e com frequência o pitbull usa seus caninos para escalar uma cerca.

O pitbull não é a melhor escolha para os que procuram cães de guarda por ser extremamente amigável mesmo com desconhecidos.

Comportamento agressivo para com o ser humano não é característico da raça, portanto isso é extremamente indesejável.

Pelagem do pitbull.

A pelagem do pitbull costuma ser brilhante e lisa deitada ao corpo e levemente áspera ao toque.

Qualquer cor ou distribuição de cores, bem como qualquer combinação de cores

são aceitas.

Veja abaixo a imagem com as cores mais comuns entre os pitbulls.

pit pelagem

 

 

Porque a fama de matador do pitbull.

pitbull03

 

De acordo com tudo que vimos até agora, o pitbull é um cachorro de extrema vitalidade, muito sociável, mas também tende comportamento agressivo com relação a sua arvore genealógica.

 

Mas o fator que mais impulsiona a agressividade do pitbull é a forma com que seu dono o cria, estudos realizados pelo Journal of Forensic Sciences indicam que cachorros mais agressivos, geralmente possuem donos mais agressivos e propensos ao crime.

O pitbull pode ser sim um animal muito leal e dócil, mas a criação influenciará diretamente no comportamento do animal.

Veja abaixo algumas maneiras de evitar agressividade nos pitbull:

 

 

Adestramento do pitbull.

Por se um cão com muita energia, o pitbull necessita liberar esta energia, quando esta energia não é liberada, algumas raças costumam ficar depressivas isoladas e tristes, mas no caso do pitbull, a agressividade toma conta do animal.

Para saber mais sobre como curar a depressão em animais clique aqui.

Uma boa forma de evitar isto é um passeio ao ar livre ou um bom quintal para que o cachorro possa andar livremente.

É importante o cuidado com o passeio com seu pitbull, é recomendado o passeio com o animal desde filhote em lugares públicos, para facilitar na socialização do animal.

Muito provavelmente seu pitbull poderá se encontrar com outros animais em seus passeios, o que poderá ser ruim se o animal não seja sociável.

Cachorros desta raça geralmente tem vontade própria, por isso é importante mostrar a eles quem é que manda.

Um bom exemplo de fazer isto é usar uma coleira longa durante o passeio, e quando o cão avançar mais do que você, puxe-o para perto falando algum comando que futuramente ficará relacionado ao cachorro com esperar o seu dono.

Repetindo este ato todos os dias, o seu cachorro começara a se adaptar a rotina, após umas semanas não será mais necessário puxar, o cachorro obedecerá somente pelo comando de voz, e com o passar do tempo o cachorro não avançará mais do que você.

Ele poderá demorar mais que o esperado para obedecer aos comandos, mas é importante que você não se desmotive, e continue com o processo de adestramento.

O ideal é ignorar o cão e não lhe oferecer recompensas quando os comandos não forem atendidos.

Quer saber o segredo para adestrar cachorros? Clique aqui

 

Socializando com o pitbull.

 

O pitbull é conhecido como cão de briga, por não ser socializável com outros cachorros inclusive da mesma raça.

Por esta razão a socialização do pitbull com outros animais, crianças e idosos é algo muito discutido nos dias atuais.

Mas justamente pelo fato do cão ser de difícil socialização, que muitas pessoas evitam estimularem o cachorro a isto, o que acaba sendo muito pior.

Por não ser sociável é necessário este estimulo, para que o pitbull venha entender que outros animais, idosos e crianças não representam ameaça.

Bom… Isto é tudo que você realmente precisa saber sobre a raça, apesar da “cara de mal” são excelentes amigos, basta só dar o carinho que a raça necessita.

Até mais.

Se você quiser saber mais sobre cães que dão medo clique aqui.

 

Você pode ler também


Compartilhe: